Conheça 50 Bebidas Com Nomes Engraçados

Se você acha que viu tudo nas prateleiras de bebida saiba que você esta enganado, no Brasil e no mundo vende diversos tipos de bebidas alcoólicas com nomes super atrativos e divertidos.
Os tipos de bebida variam entre Cachaça, Vinho e Cerveja.
Confira os nomes mais engraçados que você já viu!
Aproveite e compartilhe com seus amigos no Facebook/Twitter, tenho certeza que vão adorar! =)

Cachaças
Amansa Corno
O nome da cachaça é autoexplicativo. O detalhe fica com o rótulo que indica o estado do consumidor após cada dose. 'Para Abrandar, 1 cálice', 'Para Amansar, 2 a 5 cálices', 'Para Espritar, 6 a 10 cálices' e 'Daí para frente as consequências correm por conta do freguês'.
Amansa Sogra
Aguardente produzida em Pernambuco, a Amansa Sogra traz humor no rótulo. Além do nome e da ilustração, a garrafa ainda vem estampada com a frase: 'tomada corretamente deixa qualquer tipo de sogra mansa em ponto de bala'. Alguém duvida?

Atrás do Saco
É uma cachaça mineira conhecida como 'folclórica', já que o nome e o rótulo são a grande atração da bebida.
Balanga Bicha
Bebida artesanal originária de Tarumirim, Minas Gerais. A Balanga Bicha chama atenção pelo nome e não passa por processo de envelhecimento, o que a torna ideal para preparar coquetéis e drinks
Boazinha
É uma das cachaças artesanais produzidas em Salinas, Minas Gerais. Com sabor e aroma de erva doce, seu nome foi escolhido pelo consumidor, que sempre pedia a 'boazinha' na mesa de bar.
Doidinha
Sem dúvida, a maioria das cachaças artesanais com nomes curiosos é produzida por mineiros. Feita em Montes Claros (MG), a Doidinha é mais uma delas.
Chora no Pau
A cachaça é produzida em Pernambuco e tem um nome bem curioso. O rótulo ainda traz informações com humor, como 'Município de Cacete Armado'.
Consola Corno
Como se não bastasse o nome, a Consola Corno também traz um rótulo cheio de ironia. Além da imagem que dispensa explicações, todas as informações trazem humor em frases como: 'Produzida por: Thomás Nabunda', 'Analisada por: Botelho Pinto' e 'Engarrafada por: Levanta Saia'.
Cristalina do Picão
Cachaça produzida do melado da cana-de-açúcar e feita em Martinho de Campos, Minas Gerais.
Cura Veado
Produzida em São Lourenço, Minas Gerais, a cachaça gera trocadilhos. Tanto que a bebida já gerou protesto de uma comunidade de homossexuais do Paraná.
Doce Trago
A cachaça Doce Trago tem um sabor suave que agrada até mesmo as mulheres que preferem bebidas mais leves.
Fruta Rara
Produzida em Belo Horizonte, Minas Gerais, a cachaça artesanal Fruta Rara traz um trocadilho no rótulo. Ilustrada com duas mulheres, a garrafa estampa com humor a frase: 'esses frutos são ótimos de comer, mas eu prefiro chupá-los'.
Javali
Fabricada na cidade de Tupã, em São Paulo, a cachaça Javali é neutra e ótima para preparar coquetéis e caipirinhas.
Kara de Pau
Além do nome, o rótulo da cachaça traz uma ilustração cômica. Ao lado de três mulheres observando um homem com um nariz que lembra o órgão sexual masculino, está a frase: 'esse cara vive se metendo onde não é chamado'.
Ki Presente
O nome não remete a trocadilhos e nem desperta segundas intenções, mas a ilustração no rótulo não deixa dúvidas de que a Ki Presente é uma cachaça artesanal que vira motivo de várias piadas numa mesa de bar.
Minha Deusa
Produzida em Betim, Minas Gerais, a cachaça é suave e boa para fazer coquetéis. Minha Deusa ganhou medalha de ouro na categoria não envelhecida do concurso Cachaça Masters 2010, realizado pela revista inglesa The Drinks Business.
Na Bunda
O rótulo traz a piada pronta. Afinal, não é preciso pensar demais para imaginar pelo menos três trocadilhos com esse nome. E você, já tomou Na Bunda?
Na Xoxota
Sem dúvida, a imagem e o nome são autoexplicativos. O rótulo não perde a piada em nenhuma informação, tanto que, logo no topo, a bebida é denomidada como 'Aguardente Azedinha'. Você provaria?
Procurada
Tudo bem, a cachaça mineira Procurada não tem um rótulo tão irônico quanto a 'Na Bunda' ou a 'Amansa Sogra'. Ainda assim, seu nome é curioso e ela não poderia ficar de fora dessa lista.
Quarqueuma
A cachaça faz um trocadilho com os tipos de mulher e chama a atenção. E você, já experimentou Quarqueuma?
Recordações
Produzida em Recife, Pernambuco, a cachaça Recordações é adocicada e traz um rótulo bem mais nostálgico e 'comportado' que as demais.
Santa Dose
A 'santa dose' dessa bebida pernambucana é composta por cachaça, limão e mel.
Santo Grau
A cachaça é produzida em Paraty, no Rio de Janeiro. Seu nome faz um trocadilho aos efeitos produzido pela bebida que, segundo o rótulo, 'preserva as origens e peculiaridades dos pequenos engenhos do Brasil'.
Sbornia
Cachaça envelhecida em barris de carvalho europeu, que dão suavidade ao sabor e aroma da bebida.
Velha de Januária
A aguardente ganhou o nome em homenagem à cidade de Januária, Minas Gerais, onde é produzida.
Velho Pescador
Produzida em Porto Alegre (RS), Velho Pescador é uma das principais cachaças gaúchas.
100 Limite
Essa é a típica cachaça brasileira. Produzida em Minas Gerais e armazenada em tonéis de amendoim, uma madeira que é apenas encontrada no Brasil e não altera o sabor da bebida, a 100 Limite faz jus ao nome e é reconhecida internacionalmente.
Cachaça Companheira
A Cachaça Companheira é produzida artesanalmente na região norte do Paraná e tem os tipos extra premium, envelhecida, imburama e prata.
Cachaça Dedo de Prosa
A cachaça Dedo de Prosa foi nomeada pelo dono do alambique que, no sul de Minas Gerais, saia para beber com os amigos e dizia que ia dar “um dedinho de prosa”, expressão comum na região.
Cachaça Profana
A cachaça profana é produzida com cana de açúcar totalmente orgânica, livre de queimadas.

Cervejas
Deus
Cerveja com sabor suave que passa por um longo processo de fermentação. Sua produção é feita na Bélgica e na França.
Devassa
Cerveja popular fabricada no Brasil e comercializada com o slogan: “Bem gostosa! Bem Devassa”.
Diabólica
Enquanto alguns rótulos remetem a Deus, outros preferem o outro lado. A Diabólica é uma cerveja artesanal produzida em Curitiba.
Duvel
Uma das mais famosas cervejas do mundo, a Duvel (Diabo, em tradução livre) é uma cerveja belga produzida pela cervejaria Moortgat.
Perigosa Imperial
Fabricada pela cervejaria Bodebrown, de Curitiba, a cerveja Perigosa Imperial também já levou o nome de “Venenosa”.
Vilã
Cerveja artesanal criada pelo designer Armando Fontes e produzida em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Vinhos
Anta da Serra
Vinho produzido na região de Alentejo, em Portugal.
Cabeça de Burro
Essa é a prova de que tudo pode virar nome de vinho. Cabeça de Burro é produzido na região do Douro, em Portugal. As castas usadas em sua fabricação são touriga franca, tinta roriz e tinta barroca.

Cuatro Vacas Gordas

Pode parecer marca de derivados do leite, mas Cuatro Vacas Gordas (ou ‘Quatro Vacas Gordas ‘em português) é um vinho da região de Mendonza, na Argentina. É feito com as uvas castas cabernet sauvignon e merlot.
Fat Bastard
O vinho Fat Bastard (‘bastardo gordo’ em tradução livre) é um francês elaborado com uva chardonnay. Com um nome curioso, a bebida é muito popular no mercado norte-americano.
Flying Pig
Produzido na região da Sicília, na Itália, o vinho Flying Pig (ou “Porco Voador” em tradução livre) chama atenção pelo rótulo. A embalagem conta também com a justificativa para o nome curioso: “é mais fácil ver um porco voando que encontrar um vinho melhor que este”.
Gago
Produzido na região de Toro, na Espanha, o vinho é feito com a uva tempranillo. Apesar do nome, claro, o vinho não cura nem causa gagueira.
Gatão
Popular em Portugal, o vinho verde Gatão também pode ser encontrado em alguns mercados brasileiros. É um vinho branco meio seco feito com uvas frescas e fermentadas.
Lazy Lizard
Lazy Lizard (‘lagartixa preguiçosa’ em tradução livre) é um vinho de mesa francês feito com a uva syrah. Além do nome, o rótulo ainda vem com um desenho de uma lagartixa. Ficou curioso para provar?
Le Vin de Merde
Produzido na região Languedoc-Roussillon, na França, Le Vin de Merde significa “O Vinho de Merda”. Para completar, o rótulo ainda tem uma mosquinha. Dá para encanar?
Mad Housewife
Criado na Califórnia, nos EUA, esse vinho é feito com a uva chardonnay. Mad Housewife (“dona de casa louca”, em tradução livre) faz parte de uma linha de vinhos que une bebida e humor.
Monte dos Cabaços
Não é preciso imaginar demais para adivinhar os trocadilhos gerados com o nome deste vinho. Monte dos Cabaços tem origem portuguesa e é feito com castas alicante bouschet, cabernet sauvignon, syrah e touriga nacional.
Periquita
Até 2001, este vinho era produzido apenas com a uva Castelão, também conhecida como “Periquita” em Portugal. No Brasil, porém, o nome gera alguns piadas para os apreciadores da bebida.
Quinta do Pinto
Prêmio Revelação do Ano no Guia de Vinhos de Portugal 2011, o Quinta do Pinto é produzido em Lisboa e tem um nome bem curioso.
Rapariga da Quinta
Se alguém chamasse uma mulher por esse nome, ela certamente levaria como ofensa. Para o vinho, porém, o rótulo é um atrativo a mais. Rapariga de Quinta é um vinho tinto produzido em Alentejano, Portugal, com as castas alicante Bbschet, aragonês e trincadeira.
Vadio
Feito com uva Baga na região de Bairrada, em Portugal, o nome do vinho surgiu quando o português Luís Patrão resolveu dedicar seu tempo ócio à criação da bebida. Sendo assim, nada mais justo que batizá-lo de Vadio.
Vampire
Com nome assustador e rótulo que remete a gotas de sangue, Vampire (‘vampiro’, em tradução livre) é originário da Romênia. Ele tem suas versões com castas merlot, cabernet sauvignon, pinot noir, chardonnay, pinot grigio e zinfandel branco.
Vinha do Putto
No Brasil, o nome pode até soar diferente, mas “putto” significa “menino” em Portugal, onde a bebida é produzida na região de Bairrada. É um vinho tinto feito com castas tinta roriz, touriga nacional e cabernet sauvignon.

Fonte: Imagens/Ricardo Matsukawa/Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...